A.C.P. - Atlético Clube Paranavaí



Aviso

Não respondemos pela diretoria do A.C.P. Não temos contato com ninguém de lá, nem com o técnico e nem com os jogadores. Currículos não serão direcionados ao Diretor de Futebol.


Caro visitante

Muitos dados estão incompletos ou ausentes neste site. Sua colaboração é muito importante. Utilize nosso sistema de comentários ou e-mail.


Edições Anteriores





22.2.05

Mauro Madureira assume o ACP

Poucos dias após a saída de Ivair Cenci do comando do Vermelhinho, foi anunciada a contratação de Mauro Madureira como novo técnico do Atlético Clube Paranavaí. Madureira, natural de Ourinhos (SP) e radicado na cidade de Curitiba, teve passagens como técnico por clubes como Villa Nova (MG) (2001), Malutrom (2002, 2004) e, até então, estava dirigindo a Associação Atlética Francana, de Franca (SP), participante da Série A-2 do Campeonato Paulista. Na Francana, Madureira não vinha realizando um bom trabalho e deixou o time na zona de rebaixamento com uma vitória e quatro derrotas em nono lugar (penúltimo) do Grupo 1. Em 2001, Madureira também dirigiu o Francana onde foi o décimo colocado da Série A-2 do Campeonato Paulista.

Madureira iniciou a carreira de técnico no começo dos anos 90 como professor da Escola de Futebol do Malutrom onde foi um dos fundadores. Num primeiro estágio (1995-96), ele dirigiu as categorias dente de leite e mirim. Em 1997, ele passou a comandar os juniores. Em 1998, como técnico da primeira equipe profissional do Malutrom, Madureira foi campeão paranaense da segunda divisão. Ele seguiu como técnico do Malutrom em 1999 e 2000. Em 2001, ele dirigiu o time nas dez últimas do Campeonato Brasileiro da Série B onde livrou o Malutrom do rebaixamento. Em 2002, na Copa Sul-Minas, ele foi apenas o décimo-terceiro colocado com quatro vitórias, um empate e dez derrotas. Em 2004, voltando a dirigir o Malutrom, Madureira classificou o time para a segunda fase como terceiro do Grupo A (três vitórias e quatro derrotas). No entanto, na fase seguinte, seu time sofreu cinco goleadas consecutivas (Roma 5 x 1; Iraty 4 x 1; União Bandeirante 4 x 1; Atlético Paranaense 5 x 1; Cianorte 4 x 1) e se despediu do Paranaense 2004 como lanterna do Grupo C.

No comando do Villa Nova, no Campeonato Mineiro de 2001, Madureira classificou seu time para a segunda fase como quinto colocado. Na segunda fase, no quadrangular que definiria um dos finalistas do torneio, seu time foi o segundo colocado do grupo e perdeu a chance de disputar a final. Ainda sob seu comando, o Villa Nova disputou a Copa do Brasil onde foi eliminado ainda na primeira rodada pelo Grêmio (RS).

Como jogador, Mauro Madureira foi meia-atacante e iniciou a carreira em 1971 no São Paulo (SP), mas ganhou expressividade jogando pelo Sport (PE) em 1977 quando fez o gol do título pernambucano. O auge de sua carreira foi no início dos anos 80 atuando no Cruzeiro (MG). Como jogador ainda teve passagens pelo Pinheiros, Coritiba, Atlético Paranaense (1986), Colorado, Internacional (RS), Paulista (SP) e Rio Branco de Andrada (MG).




21.2.05

Campeonato Paranaense 2005 - 1a Fase - 2o Turno

Atlético Clube Paranavaí 4 X 2 Malutrom


Dia e Horário: 20/02/2005 (domingo), 16 horas
Local: Estádio Waldemiro Wagner, Paranavaí

Atlético Clube Paranavaí: João Correa; Márcio, Marcão, Alex e Iran; Wender, Batata, Joel e Marquinhos Guarapuava; Neizinho e Mirandinha
Técnico: Ivair Cenci

Malutrom: Alberto; Piter, Rodrigo De Lazzari, Sílvio e Emerson; Joca, Clóvis, Goiano e Cristiano; Mauricinho e Flávio.
Técnico: Amauri Knevitz

Gols: Alex (ACP), aos 30'; e Joel (ACP), aos 38' do primeiro tempo; Cristiano (Malutrom), aos 24'; Iran (ACP), aos 33'; Cristiano (Malutrom), aos 41'; e Iran (ACP), aos 49' do segundo tempo.

Arbitragem: Nilo Neves de Souza Junior, auxiliado por José Walmir Pereira e Márcio Henrique de Siqueira. Reserva: Arivonil Marino Fuza. Representante da Federação: Daniele Vieira.




20.2.05

Ivair Cenci deixa o Vermelhinho

O técnico do Atlético Clube Paranavaí Ivair Cenci pediu demissão do cargo e deixou o Vermelhinho após a vitória sobre o Malutrom (4 x 2) em jogo válido pela primeira rodada do returno da primeira fase do Campeonato Paranaense 2005. Ele recebeu proposta do Oeste Futebol Clube de Itápolis, time da Série A-2 (Segunda Divisão) do Campeonato Paulista. De acordo com a diretoria do ACP, Ivair Cenci passará a receber o dobro do que recebia quando trabalhava em Paranavaí e, por isso, não houve jeito de segurá-lo. De imediato, a diretoria está em busca de um substituto para comandar o Vermelhinho no restante do Campeonato Paranaense.

Atualmente, após cinco rodadas, o Oeste ocupa a oitava posição do Grupo 2 da Série A-2 do Campeonato Paulista. Dos dez times de cada grupo, quatro se classificam para a fase seguinte e os dois últimos serão rebaixados para a Série A-3.




14.2.05

Balanço: ACP após sete rodadas

Com a derrota do Vermelhinho para o Francisco Beltrão por 2 a 0, o Atlético Clube Paranavaí (ACP) encerra o primeiro turno da primeira fase do Campeonato Paranaense 2005 na quinta colocação do Grupo B com 10 pontos conquistados. Ou seja, se a primeira fase do torneio tivesse sido encerrada ao final da sétima rodada, o ACP estaria desclassificado. Entretanto, na realidade, o Vermelhinho ainda possui sete jogos para reverter este quadro desfavorável e buscar a almejada vaga para as quartas-de-final.

Nesta temporada, a campanha do Vermelhinho pareceu ser muito promissora após a estrondosa vitória sobre o Malutrom (3 a 0) em São José dos Pinhais na abertura do Campeonato Paranaense deste ano. No entanto, nos jogos seguintes, o ACP perdeu pontos preciosos justamente nos minutos finais. Contra o Iraty (3 a 3) em casa, o ACP levou o gol de empate (de pênalti) aos 50 minutos do segundo tempo. Em Rolândia, contra o Nacional (1 a 1), o Vermelhinho tomou o empate aos 45 minutos do segundo tempo. Contra o Londrina (1 a 1) em casa, o Vermelhinho sofreu a igualdade um pouco mais prematuramente (aos 31 minutos do segundo tempo). Por fim, em Francisco Beltrão no Anilado, o ACP sofreu os dois gols da derrota depois dos quarenta minutos da etapa complementar. Além destes jogos, ainda tivemos o empate contra o Atlético Paranaense (1 a 1) em casa e a vitória sobre o Império do Futebol (3 a 0) também em casa. Duas vitórias, quatro empates e uma derrota. Poderia ser diferente.

Estatisticamente, o Vermelhinho apresenta bons números que o coloca entre os destaques do Campeonato Paranaense. Com 12 gols marcados por sete jogadores diferentes, o ACP possui, no geral, o quarto melhor ataque. Em números, a defesa também apresenta uma boa performance com oito gols sofridos (no geral, a quinta melhor defesa). No entanto, é a distribuição destes gols sofridos que comprometem a classificação do Vermelhinho: cinco foram concedidos depois dos 30 minutos do segundo tempo e resultaram em três empates e uma derrota. Esse dado leva a crer que o time sofre uma acentuada queda de produção em virtude, talvez, do preparo físico, da desmotivação e da idade avançada de alguns atletas. Vale lembrar que o time sofreu sérios problemas durante a pré-temporada com diversos treinos cancelados em razão da reforma do gramado do Estádio Waldemiro Wagner.

Deixando a choradeira dos pontos perdidos, no segundo turno da primeira fase deste campeonato sem invictos, o Vermelhinho terá jogos muito difíceis pela frente, pois terá de enfrentar, fora de seus domínios, os líderes do Grupo B: Atlético Paranaense, Iraty e Londrina. Além destes, o ACP ainda precisa confirmar sua superioridade perante os demais adversários caso realmente tenha ambição de prosseguir para a próxima fase. Afinal, por hora, o ACP só conseguiu vencer o Malutrom e o Império do Futebol, dois times que apenas lutam contra o rebaixamento.

Campanha do Atlético Clube Paranavaí (após sete rodadas)
2 vitórias
4 empates
1 derrota
12 gols pró (no geral, o quarto melhor ataque)
8 gols contra (no geral, a quinta melhor defesa)

Goleadores
Neizinho e Joel: 3 gols
Mirandinha: 2 gols
Marcão, Rui Barbosa, Reginaldo e Márcio: 1 gol




13.2.05

Campeonato Paranaense 2005 - 1a Fase - 1o Turno

Francisco Beltrão 2 X 0 Atlético Clube Paranavaí


Dia e Horário: 13/02/2005 (domingo), 16 horas
Local: Estádio Anilado, Francisco Beltrão
Público: 871 pagantes
Renda: 5610 reais

Francisco Beltrão: Cássio; Gilberto Pinto, Mateus, Otávio e Carlão; Mazinho Oliveira (Bombinha, aos 10' do segundo tempo), Jean, Luizinho Cascavel e Jéferson (Gilcemar, aos 37' do segundo tempo); Marcelo Régis e Adílson (Alex, aos 27' do segundo tempo)
Técnico: Cacau

Atlético Clube Paranavaí: Ednaldo; Polaco (Marquinhos Guarapuava, no intervalo), Marcão, Alex e Iran; César Gaúcho, Márcio, Batata e Joel; Neizinho (Rui Barbosa, aos 17' do segundo tempo) e Mirandinha (Alessandro, aos 37' do segundo tempo)
Técnico: Ivair Cenci

Gols: Bombinha, aos 40'; e Marcelo Régis, aos 46' do segundo tempo.

Cartões amarelos: ACP: Alex, Marcão e César Gaúcho; Francisco Beltrão: Otávio.

Arbitragem: Francisco Carlos Vieira, auxiliado por Ildefonso Trombeta e Luiz Carlos Armachuski.


Atlético Clube Paranavaí 1 X 1 Londrina Esporte Clube


Dia e Horário: 09/02/2005 (quarta-feira), 20:30
Local: Estádio Regional Waldemiro Wagner, Paranavaí
Público: 2117 pagantes
Renda: 14365 reais

Atlético Clube Paranavaí: Ednaldo; Wender, Marcão, Alex e Iran; César Gaúcho, Márcio, Batata e Joel; Neizinho (Rui Barbosa) e Mirandinha (Alessandro)
Técnico: Ivair Cenci

Londrina Esporte Clube: Vilson; Cassiano, Alex, Rodrigo e Luís Henrique; Gian, Henrique, Edmilson e Nem (Tita), Alex Paulista (Marcos Cruz) e Bolão (Diogo)
Técnico: Itamar Bernardes

Gols: Joel (ACP), aos 27' (conclusão de um lançamento de Mirandinha vindo da esquerda) do primeiro tempo; e Alex Paulista (Londrina), aos 31' (chute rasteiro de dentro da área após triangulação) do segundo tempo.

Cartões amarelos: ACP: Alex e Iran; Londrina: Gian, Nem e Henrique.

Arbitragem: Anísio Monteschio Junior, auxiliado por Laércio Aparecido e Nélson de Souza Junior.


Atlético Clube Paranavaí 3 X 0 Império do Futebol


Dia e Horário: 03/02/2005 (quinta-feira), 20:45
Local: Estádio Regional Waldemiro Wagner, Paranavaí
Público: 2097 (1740 pagantes)
Renda: 12370 reais

Atlético Clube Paranavaí: Ednaldo; Polaco (Wender, aos 2' do segundo tempo), Marcão, Alex e Iran (José Maria Claudino, aos 17' do segundo tempo); Márcio, Joel, Batata e Marquinhos Guarapuava (Alex Lopes, aos 24' do segundo tempo); Neizinho e Mirandinha.
Técnico: Ivair Cenci

Império do Futebol: Tulis; Fernando Félix, Elves, Estevão, Paulo Henrique; Cristiano (Eder), Carlos Rogério, Eric (Clemerson) e Rogério Diego (Fabiano); Igor e Ronaldo.
Técnico: Celso Tadeu

Gols: Neizinho, aos 11'; Mirandinha, aos 45' do primeiro tempo; e Neizinho, aos 7' do segundo tempo.

Cartões amarelos: ACP: Marquinhos Guarapuava e Batata; Império: Elves e Carlos Rogério.

Arbitragem: João Luís Mascarin, auxiliado por João Marcelo de Souza e Ademar José Delgado.


Nacional Atlético Clube 1 X 1 Atlético Clube Paranavaí


Dia e Horário: 30/01/2005 (domingo), 16 horas
Local: Estádio Erick George, Rolândia
Público: 662 pagantes
Renda: 5535 reais

Nacional Atlético Clube: Sérgio; Júnior, Acássio, Luiz Henrique (Ednaldo) e Luciano; Leonardo (Joaquim Neto), José Fabio, Willian e Gil; Carlos Melo (Carlos Duque) e Nelmo.
Técnico: Dirceu de Matos

Atlético Clube Paranavaí: Ednaldo; Polaco, Marcão, Alex e Iran; Alex Lopes, César Gaúcho, Joel e José Maria Claudino (Márcio, aos 39' do segundo tempo); Neizinho (Reginaldo, aos 40' do segundo tempo) e Mirandinha (Marquinhos Guarapuava, aos 43' do segundo tempo).
Técnico: Ivair Cenci

Gols: Joel (ACP), aos 34' do primeiro tempo; e Gil (Nacional), aos 45' do segundo tempo.

Cartões amarelos: Nacional: Acássio, Willian e Gil; ACP: César Gaúcho.

Cartão vermelho: César Gaúcho (ACP).

Arbitragem: José Francisco de Oliveira, auxiliado por Genner Diniz de Góes e José Ricardo Correa. Árbitro reserva: Ubiratan Ferrari de Lima. Representante da Federação: Marcos Antônio Mello.


Atlético Clube Paranavaí 1 X 1 Clube Atlético Paranaense


Dia e Horário: 26/01/2005 (quarta-feira), 21:45
Local: Estádio Regional Waldemiro Wagner, Paranavaí
Público: 4899 (4413 pagantes)
Renda: 29165 reais

Atlético Clube Paranavaí: Ednaldo; Polaco (Zé Maria), Marcão, Alex e Iran; César Gaúcho (Marquinhos Guarapuava), Joel, Márcio e Batata; Reginaldo (Mirandinha) e Neizinho
Técnico: Ivair Cenci

Clube Atlético Paranaense: Tiago, Alessandro Lopes, Tiago e Durval; Murilo, Bruno Lança, Ticão, Morais e Badé; Jorge Henrique e Dinei (Edivaldo)
Técnico: Lio Evaristo

Gols: Dinei (CAP), aos 26' (de cabeça) e Joel (ACP), aos 30' (de pênalti) do segundo tempo.

Cartões amarelos: Tiago Vieira, Alessandro Lopes (CAP); Batata, César Gaúcho, Marcão (ACP).

Arbitragem: Francisco Carlos Vieira, auxiliado por Juarez Rodrigues e Alessandro Belentani. Árbitro reserva: Arivonil Marino Fuza. Representante da Federação: Adroaldo Araújo.


Atlético Clube Paranavaí 3 X 3 Iraty Sport Club


Dia e Horário: 23/01/2005 (domingo), 16 horas
Local: Estádio Regional Waldemiro Wagner, Paranavaí
Público: 1727 pagantes
Renda: 16379 reais

Atlético Clube Paranavaí: Paulo Sérgio; Polaco, Marcão, Alex e Iran; Alex Lopes (Marquinhos Guarapuava), Joel e Márcio; Reginaldo (Mirandinha), Neizinho (Rui Barbosa) e Batata
Técnico: Ivair Cenci

Iraty Sport Club: Técnico: Gilson Kleina

Gols: Luciano (Iraty), aos 13'; Reginaldo (ACP), aos 18'; Márcio (ACP), aos 26'; e Giancarlo (Iraty), aos 28' do primeiro tempo; Mirandinha (ACP), aos 44'; e Diogo (Iraty), aos 50' (de pênalti) do segundo tempo.

Cartões amarelos: Anderson, Wesley e Claudomiro (Iraty); Marcão, Reginaldo, Batata, Márcio e Joel (ACP).

Arbitragem: Edivaldo Elias da Silva, auxiliado por Moisés Aparecido de Souza e Cleomenes Gregolin. Árbitro reserva: Juvenal Pereira de Oliveira. Representante da Federação: Valdinei D. Pereira.


Malutrom 0 X 3 Atlético Clube Paranavaí


Dia e Horário: 19/01/2005 (quarta-feira), 16 horas
Local: Estádio Municipal do Pinhão (capacidade: 5729), bairro Xingu, São José dos Pinhais
Público: 104
Renda: 800 reais

Malutrom: Sandro, George (Piter), Juliano, Sílvio e Emerson; Basílio (Leandro), Clóvis, Mauricinho e Fábio; Flávio e Thiago Silva.
Técnico: José Manoel Ricardo (Picolé)

Atlético Clube Paranavaí : Paulo Sérgio; Polaco, Marcão, Alex, Alex Lopes e Iran; Joel, César Gaúcho (Márcio) e Reginaldo (Mirandinha); Neizinho (Rui Barbosa) e Batata.
Técnico: Ivair Cenci

Gols: Marcão, aos 22' (de cabeça) do primeiro tempo; Neizinho, aos 14', e Rui Barbosa, aos 40' do segundo tempo.

Cartões Amarelos: Thiago (Malutrom), Joel e Batata (Atlético Clube Paranavaí).

Arbitragem: Sandro Schmidt, auxiliado por Francisco Aurélio Prado e Cristiano Nunes Duarte





Desde 22NOV2002


Paranavaí
Rádio Paranavaí
Prefeitura Municipal
Previsão do Tempo
Folha de Notícias
Terra da Laranja
Caldeirão Atleticano
Comando Vermelho

Futebol Paranaense
União Bandeirante
Operário
Nacional
Cianorte
ADAP
Roma Apucarana
Galo Maringá
Londrina
Portuguesa Londrinense
Prudentópolis
Iraty
Francisco Beltrão
Malutrom
Rio Branco
Rondon Esportes

Mais Futebol
Brasil, Terra do Futebol
Futebol na Rede
Arquivo de Clubes
MrSoft - Futebol

Mecanismos
Blogs.com.br
Blogger, o autêntico
Haloscan


www.acparanavai.blogspot.com - o blog do A.C.P. - Paranavaí - Paraná